Seguidores

Alô queridos!!!

Alô queridos!!!

sábado, 27 de fevereiro de 2010

O poder interior

Atualmente a palavra poder faz lembrar os políticos que elegemos e que estão nos decepcionando. Muitos exercem o poder em causa própria, procurando tirar o máximo proveito da situação em que se encontram. Fazem uso de um poder explorador e inescrupuloso.
A palavra poder assusta porque tememos seus efeitos, principalmente quando somos tratados com injustiça por quem o exerce. Entretanto, é através do poder que também praticamos a justiça e o amor. Neste sentido, o poder é a energia transformadora com que nascemos. Essa energia é necessária para o nosso potencial converter-se em realizações.
O poder nada mais é que a capacidade de provocar ou impedir mudanças. Pode ser usado para dominar, agredir, favorecer ou partilhar, e produz conseqüências nas pessoas envolvidas, já que invade as suas vidas.
Quando o poder é exercido para induzir as pessoas a fazer coisas sem a intervenção de sua vontade, é um poder manipulativo, típico de quem decide pelos outros. O poder manipulativo assemelha-se a um jogo, a uma farsa, onde quem o exerce se aproveita da fraqueza do outro em benefício próprio. A pessoa que usa seu poder para manipular os outros no fundo é um predador.
“Usando o nosso próprio poder com equilíbrio vencemos mais facilmente as dificuldades que a vida nos impõe e nos tornamos mais fortes e capazes”.É muito comum também o poder competitivo. A competição pode ser positiva quando contribui para o crescimento pessoal nas diversas esferas da vida: nos estudos, nos esportes, no aperfeiçoamento de aptidões. Impulsiona as pessoas a desenvolver capacidades. Podemos dizer que o poder competitivo é positivo quando corresponde ao esforço que as pessoas fazem para revelar sua força interna e desenvolver seu potencial. Por outro lado, o poder competitivo pode ser negativo quando usado contra o semelhante. Inúmeros são os exemplos: quando alguém é contratado não pela sua capacidade, mas pelo sobrenome que possui, ou quando fura a fila por ser protegido de quem detém o poder, e muitos outros. Nas relações familiares, a competição negativa entre pais e filhos ou entre os cônjuges pode gerar rivalidades. Neste caso, a convivência pacífica, tão importante para o equilíbrio emocional da família, pode deixar de existir, com graves conseqüências para os seus membros.
O poder também pode ser usado como uma fonte de energia em favor dos outros. É o poder nutritivo, praticado quando nossos atos são direcionados para beneficiar outras pessoas. Normalmente é praticado entre amigos, mas pode realizar uma ação social importante, quando usado para fazer o bem sem olhar a quem.Todo relacionamento oferece a oportunidade de crescer junto com o outro.
O poder integrativo acontece quando repensamos nossas opiniões e atitudes, estimulados por outra pessoa. Exemplo: uma pessoa que, ao ser criticada, em vez de se sentir ferida ou magoada, aproveita para crescer, adotando idéias e ações mais adequadas para melhorar a sua realidade. Usando o nosso próprio poder com equilíbrio vencemos mais facilmente as dificuldades que a vida nos impõe e nos tornamos mais fortes e capazes.
Você já se esqueceu que ao nascer chorou forte, usando o seu poder para gritar contra a perda do conforto do ventre materno? Lembra-se? Pois é... continue usando seu poder para evoluir como pessoa!
Coluna assinada por:
Flávia Leão Fernandes
CRP 06/68043
Psicóloga clínica, Mestre em Psicologia pela Universidade de Londres, Inglaterra e especialista em Psicologia Hospitalar com enfoque em obesidade.
Cyber Diet

2 comentários:

Lucimar Sant`Ana disse...

Querida, como é bom chegar aqui no seu blog e poder encontrar uma bela mensagem. Acho fundamental a forma como você vem abordando a forma de fazer exercícios físicos.
Eu as vezes deixo a desejar, gostaria de ser mais disciplinada.
Porém estou tentando encontrar o meio termo.
Obrigada pela a sua visita em meu blog.
Seus comentário é muito importante.
Beijos.

Eliane Jany Barbanti disse...

Lucimar v/c é muito querida, gosto muito de visitá-la, só não o faço mais porque tenho 4 blogs e trabalho, haja tempo!!! MAS GOSTARIA DE COMENTAR TODAS SUAS POSTAGENS maravilhosas e de pura sensibilidade...
Beijo no coração.
Eliane

Nupsea