Seguidores

Alô queridos!!!

Alô queridos!!!

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Meditação contra a dor

Cientistas dizem que praticar a meditação aumenta o volume de área do cérebro que regula as dores

Aumento do volume de áreas específicas do cérebro reduz sensibilidade à dor

A meditação pode ajudar as pessoas a reduzir sua sensibilidade à dor ao aumentar o volume de áreas específicas do cérebro, segundo cientistas da Universidade de Montreal, no Canadá.
Em artigo publicado na revista da Associação Americana de Psicologia, os especialistas destacam os resultados de um estudo com 35 pessoas que tinham dores crônicas, indicando que os praticantes de meditação apresentaram, em ressonância magnética, maior espessura de uma região central do cérebro que regula a dor - o cíngulo anterior.

Além disso, os “zen meditadores” tinham menos sensibilidade à dor causada por um aparelho de calor. “Através do treinamento, os ‘zen meditadores’ parecem aumentar certas áreas de seu córtex, e isso parece estar por trás de sua menor sensibilidade à dor”, disse o pesquisador Joshua A. Grant, líder do estudo. “Descobrimos uma relação entre o espessamento cortical e a sensibilidade à dor que apoia nossos estudos prévios em como a zen meditação regula a dor”, concluiu, acrescentando que além de ajudar a reduzir a dor crônica, a meditação pode ajudar a prevenir a redução de massa cinzenta causada pelo envelhecimento ou decorrente de problemas como o derrame.
Fernando Fischer

Sport Life

Um comentário:

VASCODAGAMA disse...

AMEI
VOU VOLTAR

BEIJO

Nupsea